Telão com nomes dos contrários ao impeachment na Av. Paulista

Ato na Paulista expõe em telão nomes de parlamentares contrários ao impeachment

Em ato público organizado pelo movimento Vem Pra Rua, na Avenida Paulista, em São Paulo, foi inaugurado nesse 3 de abril, um telão com o Mapa do Impeachment, contendo fotos de parlamentares que não apoiam o afastamento da presidenta Dilma Rousseff ou ainda estão indecisos sobre a votação do pedido cujo processo está em andamento na Câmara dos Deputados. A expectativa é que a votação ocorra ainda na primeira quinzena de abril.

Cartazes com fotos dos parlamentares também foram colocados no prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em frente ao qual foi realizado o ato, no que os manifestantes chamaram de Muro da Vergonha. “Estamos mostrando para a população qual é a posição de cada deputado na votação do impeachment”, disse Rogério Chequer, um dos líderes do movimento. Segundo ele, os parlamentares “não estão escutando” o que a maioria do povo quer que, na opinião dele, é o impeachment da presidenta. Segundo Chequer, atos como esse  serão feitos em diversas partes do país nas próximas duas semanas.

Durante o ato, os manifestantes usavam camisas verdes ou amarelas ou bandeiras do Brasil amarradas no corpo e seguravam balões amarelos com um pato estampado, símbolo da Fiesp em sua campanha contra o aumento de tributos.  Eles gritaram frases em defesa do impeachment da presidenta Dilma Rousseff e contra o PT.

Camelôs se aproveitaram do movimento em defesa do impeachment para vender bonecos com caricaturas de Dilma e do ex-presidente Lula, vestidos de presidiários, e do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba, trajado como o Super Homem,  nas cores verde e amarelo. Os bonecos eram vendidos a R$ 15.

O número de manifestantes não foi avaliado pelos organizadores do ato nem pela Polícia Militar de São Paulo.

com Agência Brasil
%d blogueiros gostam disto: