Mulheres a mercê de demônios!

Muito dói o desamor que muitos homens tem pelas mulheres.

Deputado que considera mulher com baixo poder aquisitivo “fácil”. Presidente que acha normal “gringos” virem abusar de brasileiras. Atores e políticos que se aproveitam e abusam de suas colegas como se fosse algo “normal”.

E o dia a dia de cidadãs que lutam pelo seu pão e sofrem com medo e falta de segurança aos ataques de sórdidos estupradores.

Sororidade é uma palavra que não está no dicionário de muitas mulheres. Inclusive políticas que preferem se unir a “fichas sujas” do que a um homem digno que tem como melhor amiga e parceira a sua própria esposa.

É preciso união, mais amor. É preciso ensinar os meninos a terem respeito pela mãe, pela irmã, pela colega, pela amiga, pela vizinha, pela namorada e por todas as mulheres do mundo. É preciso ensinar as meninas a não baixarem a cabeça para o q está errado. É preciso criar os filhos e as filhas num ambiente onde homem lava louça sim e pode chorar também. Afinal, somos seres humanos e capazes de muitas coisas. O homem tem que expor sua fragilidade para não se tornar um bronco, como a sociedade lhe impõe. A mulher tem o direito de manter-se intocável até quando assim o quiser. Ninguém tem direito de destruir uma vida. E é exatamente isso que os homens mal-criados fazem com muitas mulheres.

Ainda que haja quem se diminua por dinheiro, é preciso que seja gritado aos quatro ventos que de nós eles nasceram e por nós eles cresceram. É nossa obrigação criar cidadãos e não monstros. E é nosso direito não sermos julgadas e nem maltratadas pelos monstros criados por mulheres machistas.

Dirce Lima
Escritora e Colunista

%d blogueiros gostam disto: