Morrem 1.200/dia e Bolsonaro vai à praia

VÍDEO

1 – A pandemia matou mais de 194 mil brasileiros e o presidente passou duas semanas na praia, enquanto a mulher Michelle, passeava em Brasília com seu maquiador, e, na ocasião, ele criticou Argentina por ter descriminalizado o aborto, metendo-se em assunto que não é de sua nem de nossa conta.
2 – O chefe do governo também chamou de “uma festa” a ação do MPRJ contra Crivella, cujo afastamento da Prefeitura do Rio foi decidida pela Justiça.
3 – E o deputado Frota protocolou na Câmara criação da lei Mariana González para punir feminicidas.
Direto ao assunto.
Inté. E só a verdade nos salvará.

José Nêumanne Pinto

%d blogueiros gostam disto: