Fora Bolsonaro em mais de 20 países aconteceu neste domingo

Ouça esta matéria, enquanto estiver em trânsito ou fazendo outra coisa!

#StopBolsonaroMundial #StopBolsonaro #MulheresDerrubamBolsonaro #BlackLifesMatters #todasasvidasimportam foram as chamadas mais viralizadas que garantiram o sucesso da manifestação mundial.

Esquerda, direita, centro e neutros aderiram

Iniciativa dos partidos e organizações esquerdistas, o ato teve adesão maciça daqueles que não professam nem direita nem esquerda, grupos de direita, grupos de centro, com a participação dos brasileiros que residem no exterior.

O ato global Stop Bolsonaro marcado para este domingo (28), teve manifestações presenciais e virtuais em 23 países. A pauta é a postura do poder Executivo em relação à pandemia do novo coronavírus, contra as ameaças de grupos fascistas e pela democracia no Brasil.
Na sexta-feira (26), o ato virtual do movimento Direitos Já! reuniu lideranças políticas e da sociedade civil em defesa da democracia. O ex-presidente Lula rejeitou o convite para participar. Mas cerca de 140 líderes políticos, artistas e intelectuais de diversas correntes ideológicas confirmaram participação.

As redes sociais apresentaram uma participação ativa, reforçando o ato.

No Brasil, as manifestações estiveram presentes em todos os Estados e, com o relaxamento do distanciamento social, promovido pelo próprio presidente, as ações prometem tomar corpo e se tornarem mais constantes.

O bolsonarismo, em queda, com tantos nomes que o promoviam, voltou-se contra e engrossa a corrente que pede seu afastamento, seja com o impeachment, renúncia ou qualquer outra opção.

O Brasil deverá ter uma reviravolta política em breve e estaremos acompanhando de perto, levando a notícia a todos os nossos leitores.

A grande mídia reportou, em detalhes, as manifestações.

IMAGENS UOL

Link de reportagem Globo News

%d blogueiros gostam disto: