CARTA ABERTA, A QUEM POSSA INTERESSAR…

OPINIÃO – General Paulo Chagas

Prezados

Tenho tomado conhecimento dos seus comentários “crítico-destrutivos”, referindo-se às minhas atitudes e postagens.

Embora qualquer um possa fazê-lo, suas críticas podem representar as suas vontades e as suas maneiras de comunicar-se, mas, infelizmente, não têm tido a forma nem o conteúdo que lhes permitam agregar algo ao que aprendi e conquistei ao longo da vida.

Caso vocês não saibam, informo-os de que, em consequência do meu protagonismo em defesa dos valores que trago do berço e da formação profissional, já fui condenado em dois processos judiciais movidos por um deputado e por um desembargador, ambos, logicamente, petistas, e que estou arrolado no famoso inquérito do ministro Alexandre de Moraes, em virtude das críticas que fiz e faço às atitudes e decisões dos atuais ministros do STF, tudo isso no uso da mesma liberdade de opinião que lhes permite criticar-me a seu modo.

Além disso, meus caros, fiquem sabendo que participo de ação judicial contra a Comissão Nacional da Verdade por ter produzido mentiras, bem como que movi, entre outras, ação contra o Sr Mauro Iasi, do PCB, por incitação à violência, quando, em fim de palestra, desejou a morte aos conservadores.

Não sou, portanto, um acomodado ou um inútil covarde, nem tampouco um incoerente, um vira-casaca ou um cego bajulador de mitos.

Garanto-lhes que só cultuo as personalidades dos grandes e verdadeiros heróis brasileiros.

Não sei se isto tem algum significado para vocês, mas, para mim é muito importante, porquanto guardo a certeza de que faço o que me mandam a consciência, os valores, o amor e o compromisso que, solenemente, assumi perante a Bandeira Nacional, há mais de meio século.

Respeito as suas opiniões, afinal, ainda estamos sob a vigência de uma democracia, e lhes desejo sucesso, mesmo que seja para promover cegamente um ladrão ou um Presidente que descumpriu a maior parte das promessas de campanha que só a ele, e não a seus bons ministros, cabia tornar realidade.

Deixo de ir mais fundo nessas afirmaçoes porque abrir os olhos de quem não quer ver pode ser considerado atentado aos direitos humanos e eu não pretendo ser processado por isso também.

Respeitoso abraço.

Gen Paulo Chagas

Compartilhe nas suas redes sociais!

%d blogueiros gostam disto: