abr 21

Guido Mantega na Lava Jato – intermediou caixa 2

A Lava Jato continua avançando e aguardando os verdadeiros chefes responsáveis pela corrupção que se institucionalizou nos últimos anos saírem da condição de blindagem imposta pela mal elaborada lei de imunidade
O volume de implicados, graças as delações premiadas, vem aumentando e invariavelmente abrangerá todo o bando e seus beneficiados com o sagrado suor dos impostos do povo brasileiro

guido-mantega

Mulher de João Santana afirma que Mantega intermediou caixa 2 em 2014, diz jornal

Mônica Moura negocia delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato e já prestou depoimentos em Brasília. Ela teria ainda afirmado que casal recebeu 10 milhões de reais de maneira ilegal nas últimas eleições

– Atualizado em

Sem descer do salto: Mônica Moura (à frente do marido, João Santana) sorri ao se apresentar à PF em Curitiba
Mônica Moura trocou o sorriso pela delação(Geraldo Bubniak/Agência o Globo)

Em tratativas para fechar um acordo de delação premiada com a força-tarefa da Operação Lava Jato, a mulher do marqueteiro do PT João Santana, Mônica Moura, já prestou depoimento em que afirma que o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega intermediou pagamento de caixa 2 para a campanha da presidente Dilma Rousseff em 2014. As informações são do jornal O Globo. O casal foi preso na 23ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Acarajé. Monica Moura ainda não formalizou o acordo.

A mulher de João Santana cuidava da parte financeira da Polis Propaganda e Marketing, empresa que fez as campanhas da presidente Dilma em 2010 e 2014. O casal é acusado de receber de 7,5 milhões da Odebrecht e do operador de propinas Zwi Skornicki por meio de uma offshore no Panamá, a Shellbill Finance. O Ministério Público Federal já denunciou a dupla pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa.

De acordo com o jornal, Mônica afirmou a procuradores federais em Brasília que Mantega se reuniu com ela e indicou repetidas vezes executivos de empresas que deveriam ser procurados por ela para fazer pagamentos. Os montantes não foram declarados à Justiça Eleitoral. Ao Globo, Mantega admite os encontros com Mônica, mas nega que tenha tratado de contribuições ilegais. Já a mulher de Santana afirma ter registrado detalhes das conversas em uma agenda que ainda não foi apreendida pela Polícia Federal.

Leia Também:
Lava Jato: Dilma, Lula e Temer – fortes candidatos previamente eleitos
“Todos os homens do presidente” – a Lava Jato prende mais um
Renan é delatado nesta segunda (18) na Lava Jato – Recebeu US$ 6Milhões
Provas incontestáveis do chefe na corrupção – R$ 3,6 milhões a Instituto Lula e LILS Palestras
Dilma tratou diretamente com Delcídio a liberação de Odebrecht
Lava Jato: Dilma, Lula e Temer – fortes candidatos previamente eleitos
STF homologa delação onde Lula é envolvido na tentativa de comprar o silêncio na Lava Jato

Ela afirmou também que houve caixa 2 também na campanha presidencial de 2010 e nas campanhas petistas de Lula em 2006, Fernando Haddad em 2012, Marta Suplicy em 2008 e Gleisi Hoffmann em 2008. Ainda segundo ela, Mônica e o marido teriam recebido ao menos 10 milhões de reais fora da contabilidade em 2014 – 4 milhões, somente da Odebrecht.

da Redação OEB
com Veja.com
%d blogueiros gostam disto: