Delegação da ABIN, na França, recebe informações

Delegação da ABIN, na França, recebe informações sobre atentado em Nice
Diretor de Contraterrorismo da Agência destacou serem valiosos os dados fornecidos ao Brasilabin-predio

A ABIN enviou nesta semana à França uma delegação de servidores da área de Contraterrorismo para receber informações detalhadas sobre o ataque ocorrido em Nice e as medidas adotadas pelo país nas investigações. O diretor de Contraterrorismo da Agência, Luiz Alberto Sallaberry, e coordenador de análise de Inteligência compuseram a delegação.

Os representantes da ABIN reuniram-se com os serviços de Inteligência franceses no período de 19 a 21 de julho.

 

Diretor de Contraterrorismo da ABIN, Luiz Alberto Sallaberry

Diretor de Contraterrorismo da ABIN, Luiz Alberto Sallaberry

Lobos solitários

Em entrevista coletiva concedida ontem na França, o diretor afirmou serem valiosas as informações recebidas e falou sobre a atenção da Inteligência à atuação de lobos solitários.

“Os lobos solitários são uma tendência mundial. Em diversas áreas do mundo onde se discute estratégia e evolução do fenômeno terrorista hoje se coloca essa questão como principal desafio das autoridades de Inteligência e segurança”, afirmou a jornalistas.

“O modus operandi do terrorismo é diverso e se modifica dramaticamente de um ato para outro. É por isso que conhecer as experiências em outros países facilita o nosso processo de identificar novas possibilidades de execução de atos dessa natureza”, avaliou Sallaberry.

da Redação OEB
com Agência Brasileira de Inteligência

Comentários no Facebook