Category: Vida & Saúde

jul 20

REAÇÃO DEMOCRÁTICA #011 – Quarta, 20 de junho às 21:00h

VIDEOCONFERÊNCIA
Convidados:

Dr. Guilherme Schelb – Procurador da República, Mestre em Direito Constitucional e palestrante sobre temas da infância e família
Dr. Miguel Nagib – Criador da ESCOLA SEM PARTIDO, advogado e palestrante
Dra. Damares Alves – Professora, Pastora, palestrante e Assessora Parlamentar
Ao vio – nesta quarta-feira, 20 de junho
Com a Equipe de O ESTADO BRASILEIRO

O MARXISMO CULTURAL, OS ABUSOS CONTRA A FAMÍLIA E A SOCIEDADE…
Tudo isso é passível de indenização e precisa ser combatido…
Vamos aprender, com especialistas no assunto, como nos defender…
Como defender o Brasil do caos social que tentaram implantar na América Latina…
Como desfazer este trabalho sujo que visa destruir nossa sociedade?
clique-e-assista-ao-vivo
Nesta quarta, 20 de junho às 21:00h
em REAÇÃO DEMOCRÁTICA
Transmitido pelas rádios da Rede Movimento em tempo real!
www.redemovimento.com.br
Siga o link que acompanha este vídeo!

maio 09

PT tenta golpe contra a democracia e cai em mais uma situação ridícula [vídeos da reação no DF]

impeachment1O desafio ao bom senso e, mais uma vez, subestimando a inteligência do povo, parlamentares e ativistas amantes da Pátria, aconteceu em Brasília e o PT se submeteu a mais uma situação ridícula diante da Nação Brasileira.

O presidente interino da Câmara dos Deputados deverá sofrer as consequências de seu ato insano, próprio dos apoiadores do estado de coisas em que se encontra o Brasil, teve seu minuto de fama, como é próprio daqueles do seu meio, um minuto extremamente negativo.

Ao que se prevê, o deputado Maranhão apenas encurtou seu mandato, que está em risco, devendo responder, sem foro privilegiado, as acusações que o envolve na Lava Jato. Sua decisão anti-regimental, provando ser incompetente para assumir o cargo, certamente terá suas consequências.

O Brasil continua em seu novo rumo e, como noticiamos neste portal, bem antes dos acontecimentos que tomaram a mídia, agora, mais rígido, com um governo que deverá aproveitar todo o apoio das instituições que se apresentaram como aliadas na luta pela preservação da ordem e do progresso, com muita inteligência.

Veja nossa publicação desta data às 10:19h onde informamos que algo estranho ocorria em Brasília
Algo está acontecendo e Brasília se prepara para transformações

Portanto, é hora de apostarmos e apoiarmos as transformações que virão, sempre atentos na luta por um Brasil muito melhor.

Reações em Brasília:

A invasão dos movimentos terroristas do PT no Senado

Depois da decisão de continuidade de andamento do processo de impeachment:

Matéria que tomou o espaço da mídia no dia de hoje – o fatídico 09 de maio de 2016

Presidente em exercício da Câmara anula votação do impeachment
Waldir Maranhão (PP-MA) acolheu pedido da Advocacia-Geral da União.
Maranhão assumiu presidência da Câmara com afastamento de Cunha.

O presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu nesta segunda-feira (9) anular a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, ocorrida no dia 17 de abril. Ele acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

O deputado do PP, que substituiu Eduardo Cunha na presidência da Câmara na semana passada depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o peemedebista do comando da casa legislativa, marcou uma nova votação do pedido impeachment para daqui a 5 sessões do plenário da Câmara, contadas a partir do momento em que o processo for devolvido para a Casa pelo Senado.

da Redação OEB
com fontes deste veículo

maio 04

REAÇÃO DEMOCRÁTICA 001- 4 de maio ao vivo

Assista, Participe e Compartilhe!

HANGOUT ao vivo – 04 de maio às 21:00h – ACERVO

REAÇÃO DEMOCRÁTICA

reacao-democratica

Somos todos operários na obra de recuperação do Brasil

Pautas:

1 – O caso Bolsonaro – Ustra x Lamarca, Marighela…

2 – A montagem do governo Temer

3 – O comprometimento da sociedade no processo

4 – Tema aberto – proposto pelos debatedores

Presenças confirmadas:

– General Paulo Chagas

– Deputado Sóstenes Cavalcante

– General Luiz Sodré

– Dr. Paulo Fernando Melo Costa – Consultor Político

– Ray Alves – Empresária e ativista

– Jornalista Celso Brasil

Eventuais convidados

Transmissão simultânea pelas rádios da Rede Movimento

C O M P A R T I L H E !

 

maio 01

STF – Gilmar Mendes suspende os R$ 100 Milhões da farra presidencial

Ministro Gilmar Mendes STF

Ministro Gilmar Mendes STF

A irresponsabilidade de Dilma Rousseff e do PT, frustrados por não conseguirem cumprir sua cartilha que determinava a quebra total do Brasil, para facilitar a dominação e perpetuação no poder, chegou ao limite do aceitável em sua vexaminosa despedida do poder.

Num ato justo e digno de 200 milhões de aplausos, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, determinou o bloqueio dos injustificáveis R$ 100 milhões que, irresponsavelmente, Dilma tentou direcionar para a publicidade do falido governo retirante.

 

“Diante deste momento sombrio, estamos nos deparando com todo tipo de práticas espúrias e ilícitas de nossos governantes, visando um único objetivo: a perpetuação do poder… flagrante desperdício de dinheiro público”
                                                                                                             Gilmar Mendes

Gilmar bloqueia os R$100 milhões para publicidade da presidência

Ministro do Supremo concede liminar pedida pelo Solidariedade para suspender crédito extraordinário para a Presidência da República

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes concedeu limiar barrando a liberação de crédito extraordinário de R$ 100 milhões para comunicação institucional e publicidade da Presidência da República. A decisão de Gilmar atendeu a uma ação direta de inconstitucionalidade apresentada pelo Solidariedade (SD).

A liminar suspende parcialmente a vigência de Medida Provisória, editada na última sexta-feira, que abria crédito extraordinário em favor da Presidência e do Ministério do Esporte, em um valor total de R$ 180 milhões. O ministro do STF suspendeu apenas o crédito destinado à Presidência da República, para comunicação institucional (R$ 85 milhões) e publicidade de utilidade pública (R$ 15 milhões). Os R$ 80 milhões para a pasta do Esporte foram preservados, para implantação de infraestrutura da Olimpíada e jogos Paraolímpicos Rio 2016.

“Nada está a indicar que essas sejam, de fato, despesas imprevisíveis e urgentes. São despesas ordinárias. Certamente, não se pode dizer que os gastos com publicidade, por mais importantes que possam parecer ao governo no quadro atual, sejam equiparáveis às despesas decorrentes de guerra, comoção interna ou calamidade pública, que compõem o parâmetro estabelecido no art. 167, § 3º, da Constituição”, diz o despacho.

Na decisão, Gilmar Mendes destaca que “a abertura do crédito extraordinário, fora das hipóteses constitucionais, fatalmente, acarretará dano irreparável ao erário”. “Não parece razoável supor que gastos com publicidade sejam imprevisíveis ou urgentes”, completa o ministro em seu despacho.

Sobre a suspensão de verba para o esporte com a aproximação das Olimpíadas

Com relação ao crédito extraordinário para o Esporte, Gilmar Mendes afirma que a “questão constitucional afigura-se mais delicada”. “Ainda que se possa discutir sobre a imprevisibilidade da despesa, uma vez que a data e as condições de realização de eventos esportivos do porte das Olimpíadas são há muitos anos conhecidos pelo Poder Público e até mesmo pela sociedade, não vislumbro ser hipótese de concessão da medida cautelar requerida. Isso porque a proximidade dos Jogos Olímpicos torna a urgência qualificada e não há nos autos elementos que permitam, em análise inicial, típica de providências cautelares, informar o caráter extraordinário do crédito, ainda que as condições para sua abertura possam ser resultado de má gestão”, afirma o ministro.

da Redação OEB
com agências de notícias

abr 26

“Abuso”: pediatras alertam sobre os malefícios psicológicos da ideologia de gênero para crianças

familia-destruicaoUma das maiores lutas que o Brasil enfrentará, será a eliminação das ideologias torpes implantada por anos pelo PT e os partidos do Foro de São Paulo.
A ideologia de gênero é, talvez, a mais grave e caberá a todos os brasileiros conscientes o engajamento nessa batalha que começa pelo acompanhamento das crianças e todo o material e ensinamento que estão sujeitos à partir da escola.

Uma entidade de pediatria norte-americana (ACP) se posicionou contra a difusão da ideologia de gênero por considerá-la nociva contra às crianças.

Crianças transgenêro
Crianças transgênero

Uma entidade de pediatria norte-americana se posicionou contra a difusão da ideologia de gênero por considerá-la nociva contra às crianças.

O American College of Pediatricians (ACP) – entidade que reúne pediatras e outros profissionais de saúde dedicados à saúde e bem-estar das crianças – fez um pedido essa semana aos legisladores e educadores dos Estados Unidos, para que rejeitem as políticas que doutrinem as crianças na aceitação dos conceitos de transexualidade e transgênero.

Para os especialistas, a difusão da ideia de que tratam-se de fenômenos normais é um abuso infantil: “O ACP insta os educadores e legisladores a rejeitarem todas as políticas que condicionam as crianças a aceitarem como uma vida normal o uso produtos químicos e de representação cirúrgica para mudança de sexo. Fatos – e não uma ideologia – determinam a realidade”, bradaram os especialistas.

Explicando o posicionamento adotado, o ACP observou que enquanto todo mundo nasce com um sexo biológico, o gênero é uma consciência, um senso pessoal de compreensão, o que o torna uma questão social e psicológica, e por isso, expor as crianças a essa ideologia é um erro.

“Ninguém nasce com a consciência de si mesmo como macho ou fêmea; esta consciência se desenvolve ao longo do tempo e, como todos os processos de desenvolvimento, pode ser prejudicada pela percepção subjetiva de uma criança, relações e experiências adversas desde a infância. Pessoas que se identificam como ‘sentindo-se como o sexo oposto’ ou ‘em algum lugar entre os gêneros’ não compreendem um terceiro sexo. Eles permanecem homens biológicos ou mulheres biológicas”, pontuou o texto do ACP.

“Quando um menino biológico de outra maneira saudável acredita que ele é uma menina ou uma menina biológica de outra maneira saudável acredita que ela é um menino, um problema psicológico objetivo passa a existir com esta mentira na mente, e não no corpo, e deve ser tratado como tal. Estas crianças sofrem de disforia de gênero. A disforia de gênero – anteriormente listada como um transtorno de identidade de gênero – é um transtorno mental, reconhecido na mais recente edição do Manual Diagnóstico e Estatístico da Sociedade Psiquiátrica Americana. As teorias de aprendizagem psicodinâmicas e sociais da disforia de gênero nunca foram refutadas”, acrescentou ainda.

Esse Manual, segundo o ACP, aponta que 98% dos jovens do sexo masculino confusos em relação à sexualidade, e 88% das jovens com problemas na mesma área, eventualmente terminam por aceitar seu sexo biológico de forma natural, logo após passarem pela puberdade.

“As crianças que usam bloqueadores de puberdade para representar o sexo oposto vão exigir que hormônios sejam usados para a mudança ou recuperação da sexualidade tardiamente na adolescência. O uso de hormônios, como testosterona e estrogênio estão associados a riscos de saúde perigosos, incluindo o descontrole da pressão arterial, coágulos sanguíneos, acidente vascular cerebral e câncer”, alertou.

Outro perigo para a difusão discriminada da ideologia de gênero envolve riscos de morte: “As taxas de suicídio são 20 vezes maior entre os adultos que usam hormônios do sexo oposto e se submetem à cirurgias de mudança de sexo, mesmo na Suécia, que está entre os países que mais afirma a cultura LGBT”, contextualizou a organização, antes de reiterar sua crítica à ideologia de gênero: “Condicionar crianças a acreditarem que uma vida de representação química e cirúrgica para mudança de sexo é normal e saudável é um abuso contra a infância”.

“Endossar a discordância de gênero como normal, através da educação pública e políticas legais irá confundir as crianças e os pais, levando cada vez mais crianças a se internarem nas ‘clínicas de gênero’, onde serão medicadas com bloqueadores de puberdade. Estes lugares, por sua vez, praticamente garantem que eles vão ‘escolher’ uma vida de hormônios do sexo oposto, que podem ser cancerígenos e de outra forma tóxicos”, concluiu, de acordo com informações do Christian Post.

publicado originalmente em JMNotícia
Reprodução Redação OEB

abr 22

Recorde atingido – 175 países assinam Acordo do Clima

 

175 países assinaram e devem ratificar internamente
Dilma pode ter assinado o último acordo internacional e, ao que tudo indica, Temer deverá assinar a ratificação
“O mundo está olhando. Os senhores serão aclamados ou vilipendiados pelas gerações futuras”, alertou Leonardo DiCaprio, que apoia a ONU como Mensageiro contra a mudança climática.

Acordo do clima é assinado por 175 países, recorde da ONU

Para vigorar, é necessário que nações ratifiquem texto internamente.
China e EUA, maiores poluidores, dizem que farão processo este ano.

 O secretário de Estado americano John Kerry levou a neta para assinar (Foto: Jewel Samad/AFP)O secretário de Estado americano John Kerry levou a neta para assinar (Foto: Jewel Samad/AFP)

Nesta sexta-feira (22), na sede das Nações Unidas, em Nova York, 175 países assinaram o Acordo de Paris contra a mudança climática. Jamais tantos países tinham assinado uma convenção internacional deste tipo no primeiro dia em que o texto foi aberto para que as nações começassem a aderir.

Para que o acordo entre em vigor, é preciso agora que pelo menos 55 países, que somem no total 55% das emissões globais, completem o processo de ratificação. Entre eles, 15, em sua maioria pequenos países insulares, já o fizeram nesta sexta, e espera-se que ao longo deste ano muitas outras nações sigam o caminho. Na maioria dos casos, os países precisam que o texto seja aprovado por seus parlamentos.

Os dois maiores poluidores do mundo, Estados Unidos e China, se comprometeram a cumprir esses processos neste ano e, no caso dos chineses, antes da cúpula do G-20 prevista para setembro.

Dilma assina acordo do clima na ONU (Foto: Jewel Samad/AFP)Dilma assina acordo do clima na ONU
(Foto: Jewel Samad/AFP)

A França, que liderou as negociações deste primeiro acordo global contra a mudança climática, espera que seu parlamento autorize a ratificação ainda neste ano, segundo o presidente François Hollande.

O chefe de Estado francês, que foi hoje o primeiro a assinar o documento, cobrou que os demais países da União Europeia (UE) deem o “exemplo” e cumpram as ratificações ao longo de 2016.

Os discursos dos líderes mundiais ressaltaram o sentimento de urgência de ação contra o aquecimento global. “Estamos em uma corrida contra o relógio”, advertiu o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que reiterou que o “futuro” do mundo depende dos progressos rumo a uma economia baixa em emissões. “Estamos batendo recordes nesta reunião, e é uma boa notícia. Mas os recordes também estão sendo batidos fora”, disse Ban ao se referir sobre as temperaturas globais e o degelo.

Já o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, selou o pacto em nome de seu país acompanhado de sua neta de 2 anos. As Nações Unidas também destacaram a importância do momento para o futuro do mundo e decidiu que, ao invés de um alto dirigente da organização, as primeiras palavras da sessão de assinatura fossem da jovem tanzaniana Gertrude Clément, que com apenas 16 anos se destacou por seu ativismo sobre o clima.

Os mais de 60 líderes e centenas de representantes nacionais reunidos no salão da Assembleia Geral ouviram também um forte discurso do ator Leonardo DiCaprio, que apoia a ONU como Mensageiro contra a mudança climática.

“O mundo está olhando. Os senhores serão aclamados ou vilipendiados pelas gerações futuras”, alertou DiCaprio aos líderes mundiais, ressaltando que “o planeta não será salvo se não deixarmos os combustíveis fósseis debaixo da terra, onde pertencem”.

Leonardo DiCaprio na sede da ONU nesta sexta (22) (Foto: Jewel Samad/AFP)Leonardo DiCaprio na sede da ONU nesta sexta (22) (Foto: Jewel Samad/AFP)

O acordo é o primeiro pacto universal de luta contra a mudança climática de cumprimento obrigatório e determina que seus 195 países signatários ajam para que a temperatura média do planeta sofra uma elevação “muito abaixo de 2°C”, mas “reunindo esforços para limitar o aumento de temperatura a 1,5°C”.

Processo de adesão
A adoção do texto de Paris, que colocou fim a anos de complexas e trabalhosas negociações, “não quer dizer que as partes aderem automaticamente ao acordo”, lembra Eliza Northrop, do World Resources Institute.

São necessárias duas etapas: a assinatura (aberta desta sexta-feira até abril de 2017) e a ratificação em função das regras nacionais (votação pelo parlamento, decreto, etc). Formalmente, para entrar em vigor, o acordo de Paris precisa ser ratificado por 55 países que representem 55% das emissões mundiais de gases de efeito estufa.

Alguns países indicaram que depositarão os instrumentos de ratificação imediatamente depois da assinatura da convenção, no próprio dia 22 de abril, enquanto em muitas nações se requer a aprovação parlamentar.

“Uma entrada em vigor rápida”, talvez em 2017 ou 2018, “permitiria enviar uma mensagem política”, afirma Laurence Tubiana, negociadora francesa.

“Para aplicá-lo, os Estados devem agora organizar sua transição energética, que passa por uma reorientação dos investimentos”, resume Celia Gautier, da ONG Réseau Action Climat (ONG).

da Redação OEB
com G1 conteúdo

abr 21

Ciclovia de 45 milhões inaugurada há 3 meses desaba no Rio deixando ao menos 2 mortos

Somente depois de muitas investigações apresentarão um laudo. O processo, invariavelmente enfrentará blindagens que se tornaram “procedimentos normais”, como superfaturamento e utilização de materiais inadequados, além de cabides que colocam os apaniguados, sem levar em conta a especialização ou competência daqueles que deveriam ocupar cargos públicos de grande responsabilidade.
O novo Brasil nos custará, ainda, muito ativismo, cobranças e apoios às Leis que devem ser mudadas, para que os procedimentos se tornem adequados, como nos países mais sérios.

rio-de-janeiro-1Ciclovia de R$ 45 milhões desaba na zona sul do Rio e deixa ao menos dois mortos

Estrutura, inaugurada há três meses, foi danificada pelo mar; outras três pessoas teriam ficado feridas

RIO – Ao menos duas pessoas morreram no desabamento de um trecho da ciclovia Tim Maia, na Avenida Niemeyer, inaugurada em janeiro. A estrutura foi levada pela ressaca do mar de São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro. Eduardo Marinho Albuquerque, de 53 anos, e um homem de 45 anos, cuja identidade não foi divulgada, foram as duas vítimas. Outras três pessoas teriam ficado feridas. O corpo de Albuquerque foi identificado por um cunhado no local, que não quis dar entrevista. Os dois corpos foram localizados no mar de São Conrado por bombeiros e ainda estão na areia.

O pedaço arrancado pela água tem mais de 50 metros. A ciclovia é suspensa e junto ao mar. Está interditada, assim como a Niemeyer. Técnicos da Prefeitura ainda vão avaliar se há risco de outros desabamentos na ciclovia.

Ciclovia desaba na Avenida Niemeyer, zona sul do Rio

No início da tarde desta quinta-feira, a ciclovia Tim Maia, em São Conrado, desabou no Rio de Janeiro

O Corpo de Bombeiros ainda realiza buscas por desaparecidos na região, com helicópteros e mergulhadores. Uma terceira vítima também teria sido atendida, segundo o Corpo de Bombeiros. Ainda não há confirmação do estado de saúde ou da identidade das vítimas.

Um dos corpos foi encontrado no local. O outro, ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, estava na praia de São Conrado. Estão no local os secretários municipais de Defesa Civil, Marcio Costa, e de Transportes, Rafael Picciani, além do ex-secretário de governo, Pedro Paulo. As autoridades, entretanto, ainda não falaram com a imprensa sobre o acidente.

A ciclovia custou R$ 44,7 milhões, tem 3,9 quilômetros, 2,5 metros de largura, vai do Leblon a São Conrado e foi inaugurada pelo prefeito Eduardo Paes no dia 17 de janeiro, que usou um triciclo elétrico. Na ocasião, ele declarou que a obra tinha “um efeito de integração incrível, já que juntou o bairro do Leblon e São Conrado”, e que tinha potencial para servir de trajeto para pessoas que utilizam bicicleta para ir trabalhar. “É a ciclovia mais bonita do mundo”, ele disse, referindo-se à vista livre para o mar. O trecho inaugurado foi o da primeira fase do Complexo Cicloviário Tim Maia, que irá até a Barra da Tijuca.

Falta de planejamento. O engenheiro Antonio Eulálio Pedrosa, conselheiro do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea-RJ), acredita que o desabamento do trecho da ciclovia tenha sido motivado pela falta de planejamento adequado da obra. Em sua análise, tudo indica que não foi prevista a possibilidade de ressaca.

“Ela não estava preparada para esse impacto da onda. Não foi previsto no projeto. O cálculo foi correto, mas não se previu a força excepcional da onda, que levantou a estrutura”, avaliou Pedrosa.

da Redação OEB
com Estadão conteúdo

abr 19

Novos ministérios não serão ocupados por comunistas com a missão de quebrar o Estado

temer-02Muitos falam que trocamos seis por meia dúzia sem atentarem para um detalhe importantíssimo:
O próximo governo não seguirá o método comunista de colocar o mais inábil no cargo, visando a quebra do Estado para que a dominação comuno-bolivariana se torne mais fácil
Depois da manifestação de milhões de brasileiros que mostraram que estão acompanhando a política muito de perto, o novo governo Temer precisa mostrar resultados, como se fazia antigamente
Os ministérios serão ocupados por especialistas nas áreas que assumirem, com o compromisso de mostrarem, mais do que em qualquer período de nossa história, resultados com muito equilíbrio, para que possam justificar, com argumentos reais, cada medida

Esse é o novo Brasil que o povo está exigindo!

Vice planeja superministérios da economia, infraestrutura e social

Temer avalia que precisa dar uma resposta efetiva de que está comprometido com a recuperação política e econômica

 Michel Temer já planeja superministérios caso assuma o Planalto
Michel Temer já planeja superministérios caso assuma o Planalto

Leia também:
Vem aí a troca de todos os ministros
Conheça os próximos passos do impeachment

Queixa-crime contra Dilma e buscas em hotel de Lula
Cassação da chapa Dilma & Temer pode ficar para 2017, afirma Gilmar Mendes

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), definiu três eixos principais para a formação de seu eventual governo: economia, infraestrutura e área social. A partir desse tripé, ele pretende criar três superministérios para enxugar o tamanho da Esplanada e impulsionar uma gestão de transição que tenha como prioridades a retomada do crescimento e a estabilidade política.

O vice avalia que precisa dar uma resposta convincente ao País de que está comprometido com a recuperação política e econômica. Ele também acha que a formação de um Ministério reconhecidamente técnico e respeitável seria a melhor forma de aliviar as pressões sobre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pela cassação da chapa que o elegeu junto com a presidente Dilma Rousseff em 2014.

Somente depois dessas definições o restante do governo seria definitivamente formado, caso Dilma seja afastada pelo Senado. Essas três áreas trabalhariam sustentadas politicamente pelo núcleo mais próximo de Temer no PMDB e encarregado das relações com o Congresso, formado pelos ex-ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco, ambos do partido do vice.

O senador, ex-governador, ex-prefeito e ex-ministro José Serra (PSDB-SP) é cotado para comandar esse futuro ministério da infraestrutura, mas também é lembrado para a Fazenda. No modelo estudado pela equipe do vice, essa nova pasta poderia abrigar até o Ministério das Comunicações.

O senador paulista José Serra é cotado para ocupar ministério em eventual governo Temer
O senador paulista José Serra é cotado para ocupar ministério em eventual governo Temer

O tucano José Serra também poderia ocupar a Saúde, pasta que comandou no governo Fernando Henrique Cardoso, e o Itamaraty. Esta última alternativa agrada a Serra pessoalmente, mas esbarra nas pretensões políticas dele de ser candidato em 2018. Caso Serra assuma o controle da infraestrutura, o médico David Uip, secretário da Saúde de São Paulo, poderia ser chamado a contribuir com o governo federal, na cota de indicações do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Agenda. Temer quer definir uma agenda econômica, algo que ele ainda não tem, para entregá-la a um ministro da Fazenda com forte influência sobre o Banco Central e o Planejamento. A ideia é buscar coesão na política econômica.

O economista e ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga ainda continua como um nome forte, mas, por ser ligado ao PSDB, gostaria de levar com ele, se aceitar o convite, outros nomes do partido, o que encontra resistência por parte do vice. Henrique Meirelles, outro ex-presidente do Banco Central, continua com chances, porém não agrada à totalidade do empresariado com quem o vice tem conversado.

Social. No últimos dias, Temer decidiu eleger a área social como prioridade numa resposta às acusações que sofreu do PT e do Palácio do Planalto de que planeja acabar com o Bolsa Família e outros programas.

Ele pretende fazer uma reformulação do setor, mas que não elimine políticas públicas, apenas as concentre sob um mesmo guarda-chuva. Até ontem o vice não tinha um nome para comandar essa área e gostaria de encontrá-lo na sociedade civil, para reforçar o conceito de um “Ministério de notáveis”.

O vice-presidente quer confiar ao DEM, partido com participação importante no processo de impeachment de Dilma, o Ministério de Minas e Energia, atualmente com o PMDB. José Carlos Aleluia é o nome preferido até agora.

Justiça. Embora não faça parte dos três eixos definidos por Temer, o Ministério da Justiça integra a lista de prioridades porque tem o controle da Polícia Federal e, portanto, uma interface com a Operação Lava Jato. O ex-ministro da Defesa Nelson Jobim é o preferido de Temer, mas já advogou para empreiteiras investigadas pela operação. Ayres Brito, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, também é sempre lembrado.

da Redação OEB
com Estadão conteúdo

mar 31

Possível meio de entrada do zika em célula-tronco neurais é descoberta

Mesmo sendo descoberto a muitos anos, somente agora a ciência corre contra o tempo e obtém grandes avanços nas pesquisas. Graças ao surto que invadiu o planeta, mobilizando, no caso do Brasil, até o efetivo das Forças Armadas.

Possível meio de entrada de zika em células-tronco neurais é descoberto por cientistas

De acordo com pesquisadores americanos, mecanismo pode explicar por que zika tem consequências tão devastadoras como a microcefalia e ajudar a desenvolver terapias

Mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue
O receptor AXL, encontrado em abundância na superfície de células-tronco neurais, mas não nos tecidos neuronais maduros, pode ser usado como porta de entrada para o vírus, transmitido pelo mosquito ‘Aedes aegypti’(Nelson Almeida/AFP)

Um grupo de cientistas americanos descobriu que a aparente atração do vírus zika por neurônios em formação pode ser resultado de sua afinidade por uma proteína encontrada na superfície das células-tronco neurais. O receptor AXL, encontrado em abundância na superfície dessas células, mas não nos tecidos neuronais maduros, pode ser usado pelo vírus como porta de entrada para a infecção. De acordo com pesquisadores da Universidade da Califórnia em São Francisco, nos Estados Unidos, danos nesse tipo de células são coerentes com vários dos sintomas associados ao zika nos fetos em desenvolvimento – incluindo a microcefalia.

Zica Vírus no pernilongo comum

O estudo, cujos resultados foram publicados nesta quarta-feira na revista científica Cell Stem Cell, revela como a proteína AXL – normalmente envolvida na divisão celular – está presente em grande quantidade nas células que dão origem aos tecidos do córtex e também da retina. Essas células-tronco, afirmam os cientistas, só estão presentes no organismo durante o segundo trimestre de gravidez. Além de ajudar a compreender a biologia do vírus, a descoberta pode ajudar no desenvolvimento de futuras terapias para a infecção em mulheres grávidas.

Porta de entrada – Logo que o surto de zika e microcefalia atingiu o Brasil, os pesquisadores resolveram aprofundar estudos que mostravam que vírus similares ao zika, como o da dengue, parecem usar a proteína AXL como mecanismo de entrada para as infecções. A equipe usou análises genéticas para verificar a presença desse receptor em diferentes células do cérebro de camundongos, furões, em organelas cerebrais derivadas de células-tronco (como os minicérebros desenvolvidos em laboratório) e tecidos humanos cerebrais em desenvolvimento.

Os cientistas perceberam que todos os modelos exibiam a proteína nas células gliais radiais, que são estruturas que, ao se desenvolverem, dão origem a diversos tipos de células, como os neurônios. Usando marcadores de anticorpos, os pesquisadores descobriram que a AXL se agrupa em locais dessas células-tronco que estão próximos a vasos sanguíneos ou ao fluido cerebroespinal – uma posição privilegiada para o vírus zika entrar em contato com a proteína e desenvolver a infecção.

“Ainda que não seja de maneira alguma uma explicação completa, acreditamos que a expressão de AXL por esse tipo de célula é uma importante pista para descobrirmos como o vírus zika é capaz de produzir casos tão devastadores de microcefalia. Os resultados se encaixam perfeitamente nas evidências disponíveis”, disse um dos autores do estudo, Arnold Kriegstein, diretor do Centro de Pesquisa em Medicina de Regeneração Células-tronco Eli and Edythe Broad, da Universidade da Califórnia em São Francisco.

Próximas etapas – De acordo com os pesquisadores, a descoberta é um passo importante, mas outros receptores podem estar associados ao vírus. Por isso, o próximo passo do estudo deve ser verificar se o AXL pode ser explorado para terapias que possam impedir a infecção. Bloquear a proteína, fundamental para o desenvolvimento do cérebro do feto, não é uma opção, mas o conhecimento dos detalhes do mecanismo de entrada do zika nas células-tronco pode ajudar os médicos a encontrar meios para tratar as grávidas e evitar consequências nos bebês.

“Ainda não entendemos por que o vírus da zika, em particular, é tão virulento para o cérebro em desenvolvimento”, afirmou Kriegstein. “Pode ser que o vírus se desloque mais facilmente pela barreira da placenta ou que o vírus entre nas células mais facilmente do que infecções relacionadas.”

mar 03

Zica Vírus no pernilongo comum

Pesquisa encontra vírus da zika em pernilongo comum

Uma pesquisa da Fiocruz em Pernambuco identificou a presença do vírus da zika no mosquito Culex quinquefasciatus, o pernilongo comum.

AedsAlguns resultados do trabalho, que ainda está em andamento, foram divulgados pelo “Jornal Nacional”, da TV Globo.

Pesquisadores infectaram 200 mosquitos e analisaram glândulas salivares e aparelhos digestivos dos insetos. A ideia é tentar identificar se os pernilongos conseguem, sozinhos, transmitir a zika.

Os resultados ainda são preliminares, e é preciso checar se os mosquitos podem ser infectados em ambientes naturais e se conseguem transmitir a doença aos seres humanos. O estudo vai ser concluído, segundo o jornal, em até oito meses.

“A gente viu que existe uma facilidade na infecção e uma facilidade da disseminação do vírus para a glândula salivar, mostrando que o vírus conseguiu escapar de algumas barreiras do mosquito”, disse Constância Ayres, entomologista e coordenadora da pesquisa.

A inquietação surgiu ao perceberem que na Micronésia Francesa, em 2007, quando foi registrado o primeiro surto da doença, havia uma população ínfima de Aedes aegypti, mosquito que é o vetor da doença no Brasil, e uma infestação preocupante de Culex.

“Em ambientes silvestres foi encontrado o vírus zika em outros tipos de aedes e no Culex. Por que na área urbana gelbfiebermuecken-zika-virushaveria apenas um vetor? É isso que queremos entender”, afirmou Ayres em janeiro.

“Ao contrário do Aedes aegypti, o Culex coloca seus ovos em água suja, como fossas e esgoto. Então, será preciso priorizar o saneamento básico em todo o país”, disse a pesquisadora na ocasião.

O pernilongo tem hábitos distintos do Aedes, o que, segundo Ayres, aumentará a necessidade de a população redobrar os cuidados para não ser infectada. “Enquanto o Aedes aegypti se alimenta do sangue humano durante o dia, o Culex faz isso à noite”, disse.