«

»

31 anos de prisão para José Rainha – Um recado aos movimentos terroristas

Depois de dar tanto trabalho a proprietários rurais, José Rainha se torna um recado do Ministério Público às organizações terroristas travestidas de “movimentos sociais”.

O ex-líder do MST é acusado de 3 crimes pela Justiça Federal de Presidente Prudente (SP)

joserainha

Ex-líder do MST José Rainha

O ex-líder do MST, José Rainha Júnior, foi condenado a 31 anos e cinco meses de prisão pela 5ª Vara da Justiça Federal de Presidente Prudente, no interior de São Paulo. Ele é acusado pelos crimes de extorsão, formação de quadrilha e estelionato. A sentença também ordena o pagamento de multa. Também foi condenado Claudemir Silva Novais, cuja pena é de cinco anos e seis meses de prisão.

Leia também:
“A organização criminosa jamais teria operado sem Lula” – Rodrigo Janot
Lava Jato – MP denuncia Lula por atrapalhar investigações e tentar comprar silêncio de Cerveró
Dilma nas investigações da PGR iniciando uma série de processos criminais que enfrentará
Janot pede ao STF inclusão que liga Renan, Jucá, Lobão e Raupp a Belo Monte
Prisão de Lula – a 4ª. Vara Criminal SP remeteu o pedido a Sérgio Moro
Temer & Forças Armadas – próximo Ministro da Defesa passará pela aprovação do Alto Comando
Lava Jato – Portugal vai extraditar brasileiro citado em processo
General Sérgio Etchegoyen do Alto Comando assumirá a Inteligência – GSI – que Dilma extinguiu e Temer recriará

Em 2011, Rainha foi investigado pela Polícia Federal na Operação Desfalque, que descobriu um esquema de extorsão de empresas e desvios de verbas para assentamentos rurais. Os réus, no entanto, poderão recorrer em liberdade, pois conseguiram a concessão de habeas corpus.

O ex-lider do MST José Rainha Junior e seu companheiro e apoiador Lula

Os réus usavam trabalhadores rurais ligados ao MST como massa de manobra para invadir terras e exigir pagamentos de contribuições aos movimentos sociais, segundo a acusação do Ministério Público Federal (MPF). Uma das acusações é de que José Rainha teria cobrado e recebido R$ 50 mil e R$ 20 mil de duas empresas do agronegócio, respectivamente, para não invadir fazendas e queimar canaviais do Pontal do Paranapanema e da região de Paraguaçu Paulista.

Ainda de acordo com os promotores, o ex-líder do MST teria exigido R$112 mil de uma concessionária de rodovias a título de ajuda solidária. Com isso, praças de pedágio não seriam depredadas pelos sem-terra.

Um dirigente da Frente Nacional de Luta (FNL), o grupo dissidente liderado por Rainha, disse que o movimento “vai analisar a situação”. “Não descartamos uma manifestação de apoio a Rainha, vamos esperar um pouco”, comentou o dirigente, que pediu anonimato.

da Redação OEB
com Estadão conteúdo

Link permanente para este artigo: http://oestadobrasileiro.com.br/31-anos-de-prisao-para-jose-rainha-um-recado-aos-movimentos-terroristas/

//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js

10 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Ademar Dantos França

    Considerando que até agora a Câmara não criou a comissão especial, que trataria da análise das 10 medidas anti corrupção, fica claro de que lado os “nobres” parlamentares estão. Convoco os eleitores brasileiros a dar o troco nas próximas eleições.

  2. GERALDO BATISTA DE ARAÚJO

    Toda essa cambada de bandidos: José Rainha, Lula e demais salafrários deveriam esteá presos até o final da vida.
    Nó brasileiros não precisamos de nenhum deles. Podem publicar meu endereço eletrônico. Não enho medo de bandidos.
    Geraldo Batista.

  3. Afonso Cardoso

    O Brasil precisa urgentemente, por questão de sobrevivência, de mais Magistrados, do perfil do Sereníssimo Juiz Federal, Dr. Sérgio Moro, que vem empreendendo uma séria e destemida luta contra a corrupção que há cerca de 13 anos se instalou e vem grassando neste Brasil que amamos. Enquanto um ladrão famélico furta alimentos no supermercado, é preso , condenado e vai direto pra “tranca”. Um condenado, apaniguado dos petralhas, permanece em liberdade, aguardando por julgamento de recursos que vão se arrastando até chegar à prescrição.
    Enquanto isto, na esfera legislativa federal (câmara e senado), continuam as tentativas veladas, de aprovação de leis que possibilitem aos corruptos já em atividades e os corruptos que estão em preparação para atuação futura, neutralizar o brilhante e excelente trabalho que o Exmo Dr. Sérgio Moro vem realizando para o bem do Brasil.
    A PEC para prevenir “abuso de autoridade” que deverá ser votada esta semana ou nos próximos dias, conforme alertado pela rádio Globo/CBN nesta manhã, esconde, para os desavisados, cláusula que se aprovada, objetiva, freiar o desempenho da Lavajato, da Polícia Federal e até do Ministério Público.
    Concito aos Brasileiros que amam este Brasil, que se mobilizem e mandem e-mails para deputados e senadores de suas regiões, lembrando-os de que , como seus representantes eleitos, tem o dever, a obrigação de defender os interesses do Brasil, dentre eles, a continuidade da LAVAJATO.
    BRASIL ACIMA DE TUDO ORDEM E PROGRESSO

    1. Miguel

      Corretíssimo

  4. Luiz Antonio

    Site muito bom! Viva o BRASIL livre e republicano. Salvemos a ORDEM e o PROGRESSO.

  5. Regina

    Lugar de quem comete crimes é a cadeia.

  6. Carlos Gardel

    O Lula e o PT usaram esse cara et caterva para promover a revolução comunista no Campo e agora o abandonou a sua própria sorte. É um recado para essa massa de manobra ficar cabreira e começar a usar a inteligência ao invés da paixão e não se deixar enganar por esses falsos líderes. Bem que dizem na terra, que chapéu de trouxe é marreta. Agora Rainha, chupa que é de uva.

  7. jose augusto

    mixaria, devia ter pedido milhoes, ladrao de galinha

  8. Eduardo von Atzingen

    Para conhecimento de todos, na década de 60, no Pontal do Paranápanema, Região de Teodoro Sampaio, e Planalto do Sul, o Jose Rainha ( pai ) deste safado do MST, ja era grileiro de terras, invadia, propriedades, daquela região, saqueava, expulsava os donos, promovia o maior terrorismo na região, naquele tempo ainda não havia o MST, mas ja havia os grileiros, organizados em grupos. Para invadir e saquear fazendas. A diferença de hoje é que tem o apoio do governo.

  9. marcus

    Esse mesmo destino é esperado para os lideres como Stédile e outros terroristas. No Brasil não há lugar para comunismo

Deixe uma resposta