Mai 01

Ativistas vão mudar o voto de senador com ação bem coordenada no DF [vídeo]

O Senador Cristovam Buarque (PPS) demonstrou estar indeciso quanto ao seu voto no julgamento do impeachment no Senado Federal.

ação-cristovam-buarque-01-05-16-impeachmentCerca de 60 manifestantes dos grupos Pró-impeachment e RUA Brasil, juntaram-se em frente a sua residência no bloco K da 116 norte no Distrito Federal neste domingo às 17:00h, numa manifestação pacífica, gritando palavras de ordem, como: “Fora Dilma”, “Cristovam, cadê você. Eu vim aqui só pra te ver” e muitos outros.

Segundo Ray Alves, coordenadora do grupo RUA Brasil e Winston Lima do grupo Pró-impeachment, a ação foi bem sucedida e certamente será mais uma coroada de êxito como tantas outras que mudaram ou definiram votos, seguindo a exigência destes movimentos conservadores que defendem o fim da corrupção e novos rumos para o Brasil através da política bem vigiada pelos grupos verdadeiramente atuantes.

Com microfone, o caixão com o nome da presidente, o boneco inflável do Lula, bandeiras brasileiras, faixas, camisetas e muitos cartazes, os manifestantes receberam apoio dos vizinhos do senador, o que já se tornou praxe nos atos em frente a residências de políticos.

O Senador não estava no local e, contatado pelos manifestantes, via telefone, informou que estava passando o dia na área rural do Gama. O porteiro do prédio confirmou sua ausência.

Representantes de outros grupos também estavam presentes, como sempre acontece em Brasília. A união dos ativistas visam uma só bandeira – a verde e amarela – e basta um grupo anunciar uma ação que todos os outros entram para apoiar, dando um verdadeiro exemplo a ser seguido por todos os grupos do Brasil.

Ao saírem da frente da residência do senador, o grupo não descansou, promovendo o que chamam de “bandeirada” – sem afetar o trânsito, fazem com que a quase totalidade dos motoristas e motociclistas buzinem, manifestando-se a favor do impeachment.

O alento como resultado

Após a ação, o senador revelou para a imprensa que cobria a manifestação, que ninguém sabe como ele votará no processo de impeachment, mas que a atitude acaba fazendo indecisos votarem a favor.

da Redação OEB
com Ray Alves – DF

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

%d bloggers like this: